You and Me

Porque no fim somos nós dois. Nós dois e o mundo lá fora e o mundo aqui dentro da gente. Nós dois sobre os lençóis depois de uma sessão de queima de calorias deliciosamente extasiante. Nós dois descabelados, abraçados, entrelaçados e sonhadores, de conchinha. Eu e ele no supermercado escolhendo o vinho para o jantar à luz de velas. E de repente ele me abraça, me beija e me levanta no ar, ali, bem no meio de todo mundo.  Eu simplesmente adoro isso, com todo o meu ser. Eu e ele de mãos dadas por aí. E essa energia que passa dele para mim, de mim para ele. Nunca imaginei que isso fosse tão simples e tão poderoso. Nós dois na Independência com a lua a nos abençoar. A caloura e o veterano. Ele é da casa, ela ainda é nova no pedaço. Mas aos poucos ela pega o jeito. Eu e ele chegando e saindo. Ele cantando e eu sorrindo. Aiai, essa rotina do amor que eu adoro tanto.

Pelo menos para mim. Aliás, no começo é que somos nós dois. No fim, é eu aqui e ele lá. Eu juro que gostaria de sentir menos saudade. Eu juro. Eu não sei... Eu não sei o que fazer com tudo isso que está acontecendo dentro de mim. Eu não sei lidar.


Comentários

  1. Ver partir um grande amor é como cruzar o portão do cemitério após assistir ao próprio enterro.
    GK

    ResponderExcluir
  2. Afinal a gente sempre morre um pouquinho por dentro, não é?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas